Política

TJ mantém condenação do Prefeito de Catanduva por improbidade

O Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ) manteve, em votação realizada nesta segunda-feira (12), a condenação do atual prefeito de Catanduva, Afonso Macchione Neto (PSB) por improbidade administrativa. Com isso, segue a determinação de cassação do seu mandato e perda dos direitos políticos por oito anos.

O atual chefe do Executivo responde a processo onde foram apontadas supostas irregularidades ocorridas em licitações para compras de materiais para os carnavais de 2010, 2011 e 2012.

Para o MP, ficou comprovado que ocorreu um fracionamento para a aquisição desses materiais. O despacho da juíza aponta, dentre outras situações, que foram contratados profissionais para a realização de tarefas como corte e costura, pintura em tecido, etc, em detrimento a contratação de artesãos. As licitações são referentes ao primeiro e segundo mandato do atual prefeito.

Além da perda do mandato e dos direitos políticos por oito anos, a Justiça determinou o pagamento de multa no valor de R$ 85 mil. Ainda cabe recurso da decisão e o atual prefeito pode recorrer no cargo.

Da Redação
Foto – Divulgação

Clique para Comentar

Deixe uma resposta

Topo