Catanduva

Saúde faz ação contra febre amarela após morte de macaco

A Prefeitura de Catanduva iniciou uma ação preventiva contra febre amarela depois que um macaco foi encontrado morto no Zoológico Municipal. O trabalho é conduzido por equipe da Secretaria de Saúde e atende a medidas de protocolo, enquanto o caso é tratado como suspeito para doença, até que laudos atestem as reais causas da morte do primata.

Uma das iniciativas consiste na busca ativa por pessoas que vivem nas imediações do bosque e que precisam ser imunizadas contra a febre amarela.

As visitas às residências serão realizadas nos períodos da manhã e à tarde. A orientação para os moradores que não estiverem protegidos contra doença é procurar a unidade de saúde mais próxima para se vacinar.

Outra frente de trabalho envolve a EMCAa (Equipe Municipal de Combate ao Aedes aegypti). Os agentes vão fazer bloqueios e nebulização para eliminar materiais que possam servir de criadouros para o mosquito Aedes aegypti.

Informações preliminares apontam que o animal, da espécie sagui, não tinha sinais de estar doente. Amostras de sangue do macaco foram coletadas e encaminhadas para exames ao Instituto Adolfo Lutz, em São José do Rio Preto.

Neste ano, nenhum caso positivo de febre amarela foi registrado em Catanduva.

Da Redação
Foto – Divulgação

Clique para Comentar

Deixe uma resposta

Topo