Saúde e Bem-Estar

DST/Aids intensifica ações de prevenção no pré-carnaval

Na semana que antecede o Carnaval, o Programa Municipal DST/Aids ampliou de forma integrada às unidades de saúde da Rede de Atenção Básica ações de prevenção.

Neste ano, só no período pré-carnaval foram distribuídos 24,6 mil preservativos. Em 2017, foram 23 mil camisinhas distribuídas. A média mensal é de 40 mil insumos de preservativos femininos, masculinos e gel lubrificante distribuídos.

De acordo com o Programa DST/Aids, existem na cidade 120 pontos fixos com dispensadores de preservativos. Esses locais são monitorados rotineiramente pela equipe de Redução de Danos, com foco à população mais vulnerável em pontos estratégicos, como boates, bares, restaurantes, hotéis e pousadas.

A mensagem da prevenção será reforçada em folders e cartilhas, principalmente em estabelecimentos que irão promover a festa popular, como o Clube de Tênis e o Sesc. O material também estará disponível em hospitais do município.

O desafio da equipe é fazer com que o uso de camisinha se torne um hábito, mesmo em caso de relacionamento estável, para enfrentamento das DSTs, Aids e Hepatites Virais, além de alertar os foliões que a Aids ainda não tem cura.

“Se não houver prevenção correta e adequada, além do HIV e Sífilis, podem ser contraídas infecções como hepatites virais, cancro mole, candidíase, gonorreia tricomoniase, HPV e herpes”, alerta a coordenadora do programa Mileide Moraes Portapilla.

Da Redação

Clique para Comentar

Deixe uma resposta

Topo