Catanduva

Catanduva terá escola profissionalizante do Senai

A Prefeitura de Catanduva e o Senai (Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial) selaram parceria para a implantação de escola profissionalizante no município. O convênio foi assinado na manhã de quarta-feira, dia 11.

O ofício nº 0171, de 24 de janeiro de 2008, é o primeiro documento do processo que culminou a assinatura. No ano passado, a discussão foi retomada envolvendo tratativas entre o chefe do executivo e o presidente da instituição, Paulo Skaf.

Nessa nova fase, a reivindicação ganhou força com apoio de empresários da cidade. Por intermédio da Secretaria Municipal de Desenvolvimento, Emprego e Relação de Trabalho (Semdert), o assunto foi discutido com empresas de Catanduva e região: Mustang, Metalquip, Usinil, Loren Sid, Citrosuco, Nappi Indústria de Metais, Cofevar e Indústrias Colombo. Empresários relataram ao Senai a importância do pleito.

O secretário da Semdert, Fabio Rinaldi Manzano, que acompanhou as negociações em torno do projeto, também participou da reunião no gabinete do prefeito: “Fizemos uma gestão efetiva e conseguimos desfecho favorável da demanda”, declarou.

Conforme prevê o contrato, serão custeadas despesas da ordem de R$ 306 mil anuais pelo Senai e R$ 220 mil anuais pela Prefeitura.

A previsão é que as aulas tenham início no segundo semestre deste ano. Já estão assegurados dois cursos profissionalizantes para a escola local: eletricista industrial e mecânico de máquinas agrícolas e veículos pesados.

Inicialmente, as atividades irão funcionar no imóvel onde atualmente está instalado o CEM (Centro de Especialidades Médicas). O contrato de locação da edificação foi renegociado e houve uma redução significativa do aluguel, porém, a intenção é que a escola ocupe futuramente um prédio próprio.

Da Redação
Foto – Divulgação

Clique para Comentar

Deixe uma resposta

Topo