Catanduva

Catanduva implanta sistema digital para fiscalização no trânsito

A Prefeitura de Catanduva, por meio da Secretaria de Trânsito e Transportes Urbanos (STU), implantou o talonário eletrônico, sistema digital que contribuirá com a fiscalização do trânsito no município. O modelo, em funcionamento a partir desta semana, tem o intuito de dinamizar o trabalho dos agentes de trânsito, além de diminuir consideravelmente possíveis erros no preenchimento de talonários.

O novo método possibilita que agentes de trânsito, guardas municipais e policiais militares efetuem as multas por meio de um sistema online conectado à internet, via GPRS, que fornece informações de veículos em tempo real, por exemplo, caso o mesmo seja furtado ou tenha documentação atrasada, além de permitir consultas rápidas ao Código de Trânsito Brasileiro (CTB). Também será possível fundamentar as autuações, por meio de fotos e vídeos, quando necessário.

“Vamos evitar possíveis erros no preenchimento dos talões e, consequentemente, veículos autuados indevidamente. Além disso, os agentes poderão atuar de maneira individualizada, permitindo, assim, uma fiscalização mais efetiva. O objetivo é estimular o uso do cartão da área azul para garantir maior rotatividade das vagas e respeito às leis de trânsito”, diz o secretário de Trânsito, Nilton Marto Vieira da Cruz.

No processo manual, os agentes utilizavam os talonários de papel, enviados posteriormente ao setor de processamento das infrações, responsável pelo cadastro dos autos. Ao todo, 25 conjuntos de equipamentos e sistemas foram locados pelo município, por meio de licitação. “Entendemos, ainda, que a implantação deste sistema nos possibilitará a economia de tempo e de recursos”, ressaltou o secretário.

Os equipamentos possuem software instalado e homologado junto ao Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), atendendo às prerrogativas e necessidades legais. Os agentes responsáveis pela fiscalização no trânsito passaram por treinamento para a utilização do aparelho. O equipamento já está em uso, nas ruas, em fase de testes.

Área Azul

A previsão, de acordo com a STU, é de que em até um mês seja implantado também o aplicativo de Área Azul, ferramenta que permitirá ao motorista a compra do talão eletrônico programado, de acordo com o tempo de uso do estacionamento. Os talões impressos continuarão sendo vendidos nos estabelecimentos comerciais.

Economia

O novo contrato foi acrescido de mais nove sistemas diferentes que ampliam, dentre outras coisas, as ações, dados, monitoramento, planilha de controle e relatórios. Ainda assim, será mais econômico do que o utilizado anteriormente, ou seja, mais benefícios e menor custo. O investimento anual é de, aproximadamente, R$ 400 mil.

Da Redação
Foto – Comunicação

Clique para Comentar

Deixe uma resposta

Topo