Novo Horizonte

Novo Horizonte tem a melhor gestão ambiental no Estado pela segunda vez

Novo Horizonte conquistou o título de município com a melhor gestão ambiental de 2016 no Ranking Ambiental do Programa do Município Verde Azul (PMVA), da Secretaria Estadual do Meio Ambiente. Novo Horizonte somou 98,69 pontos. Em segundo lugar, ficou Botucatu, também no interior, com 98,11 pontos. É a segunda vez consecutiva que as duas cidades aparecem no mesmo lugar do topo do ranking. O anúncio foi feito no São Paulo Expo, na capital paulista.

Atrás de Novo Horizonte e Botucatu ficou Jundiaí, com 97,45 pontos. E, pela primeira vez na história do PMVA, empatados em quarto lugar, Catanduva e Votuporanga com 97,38. Bragança Paulista assumiu a quinta posição com 96,81 pontos. Confira abaixo o ranking dos 100 melhores municípios.

Durante a solenidade de apresentação do Ranking Ambiental, o secretário do Meio Ambiente Ricardo Salles anunciou as parcerias com as secretarias de Agricultura e Abastecimento e de Saneamento e Recursos Hídricos para o próximo ciclo do programa.

Salles também lançou duas novas ferramentas que vão ser usadas pela Secretaria. A primeira é uma ferramenta que localiza áreas com incidência do bioma cerrado no Estado. O trabalho, que permite identificar a ocorrência do cerrado, comparando imagens de 1989 e 2010, foi desenvolvido pela Embrapa e contou com o apoio da SMA.

A outra novidade foi o “Mapa das Áreas de Preservação Permanente – APPs hídricas no Estado de São Paulo”. A ferramenta, que está no site da SMA, mostra a situação das Áreas de Preservação Permanente Hídricas do Estado de São Paulo, de abrangência municipal, na escala 1:20.000. O Mapa, que será entregue a todos os municípios, é um estudo realizado pela Fundação Brasileira para o Desenvolvimento Sustentável (FBDS) para o Ministério do Meio Ambiente.

“As imagens comparativas de cerrado mostram que é possível aliar preservação com produção, dando segurança jurídica para os investimentos no Estado. Já a ferramenta de APPs hídricas vai contribuir para ampliar o Programa Nascentes, uma das mais inovadoras políticas de reflorestamento do mundo”, explicou o secretário Ricardo Salles.

Catanduva

Essa é a segunda vez que Catanduva alcança uma posição nunca obtida antes: ano passado subiu 180 posições e ficou com o 5º lugar no ranking. Neste ano, a posição foi ainda melhor, o que mostra o comprometimento da administração com as melhorias com o meio ambiente e com a qualidade de vida da população.

A excelente colocação, que deixa Catanduva mais uma vez em destaque, é devido ao primoroso trabalho desenvolvido no ano de 2016, atendendo as diretrizes passadas pelo Programa Município Verde Azul.

Da Redação
Foto – Divulgação/Arquivo NM

Clique para Comentar

Deixe uma resposta

Topo