Catanduva

Doar Sangue ajuda manter os níveis de ferros do organismo controlados

Doar sangue é salvar vidas! Com esta consciência o Corpo Diretivo da Unimed Catanduva ressalta a ação de cidadania dos doadores de sangue e faz um apelo aos não-doadores para que se atentem à importância da ação, que salva vidas. Nesta quarta-feira, 14 de junho, é comemorado o Dia Mundial do Doador de Sangue.

Nos primeiros cinco meses do ano, o Banco de Sangue do Unimed Hospital São Domingos (HUSDom) realizou 1.075 transfusões, atendendo à 346 pacientes. Para a hematologista e cooperada da Unimed Catanduva, Dra. Ana Carolina Doti, a doação de sangue não só faz bem a quem recebe, mas também ao doador. “A doação ajuda na saúde, mantendo os níveis de ferro no organismo controlados, evitando sobrecarga nos no coração e fígado, e consequentemente doenças futuras”, detalhou.

A especialista ainda destacou que a doação melhora o fluxo sanguíneo em pessoas que tem maior risco de hipercoagulabilidade do sangue (tendência do sangue a coagular, que pode causar trombose).

De acordo com a encarregada do Hemonúcleo de Catanduva, Marceli Mambelli, aos finais de semana a unidade chega a ter uma média de 40 doadores, uma média considerada baixa para manter o estoque do banco de sangue, visto que a unidade atende os três hospitais da cidade e mais 23 municípios da região.

“A mobilização constante é fundamental. Neste período de dias mais frios a tendência é de queda no número de doações”, alertou Marceli.

Uma única doação pode salvar até quatro vidas, e o doador não precisa temer com a quantidade de sangue doada, que é reposta naturalmente. “A quantidade de sangue retirada (450 ml) em uma doação tem recuperação rápida, dentro de 24 horas o plasma (sangue líquido) já restaura o volume, (é orientado fazer boa hidratação no dia da doação), e no máximo em quatro semanas os glóbulos vermelhos também se recuperam”, destacou Dra. Ana Carolina.

Saiba

Entre o tipo sanguíneo mais raro está o AB negativo, entretanto, um dos mais requisitado pelos bancos de sangue, é o tipo O Negativo, que é doador universal. Os homens podem doar a cada 90 dias (quatro vezes no ano) e as mulheres a cada 120 dias, ou seja, três vezes no ano. Fatores como período de vacinação, medicamentos, procedimentos cirúrgicos e outros, podem impedir a doação por um período determinado, dependendo de cada motivo.

Para doar sangue é preciso:

– Pesar 50 quilos ou mais;

– Ter entre 16 e 67 anos;

– Estar bem alimentado e dormir, no mínimo, seis horas;

– Evitar comer lanches e comidas gordurosas no dia anterior à doação;

– Levar documento de identificação com foto.

Serviço

Hemonúcleo de Catanduva
Rua Treze de Maio, 974 – Centro de Catanduva
Fone: (17) 3522-7722
Horário de atendimento: quarta a domingo e feriados, das 7 às 13 horas.

Da Redação
Foto – Assessoria/Unimed

Clique para Comentar

Deixe uma resposta

Topo