Ariranha

Catanduva recebe média C em planejamento das contas públicas, segundo IEGM

No total, a cidade obteve média B+, com a junção da avaliação de outros setores.

Na última segunda- feira, 05, foi apresentado pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo, os dados e resultados do primeiro levantamento relativo ao índice de Efetividade de Gestão do Município- IEGM. A apresentação foi feita no Centro de Convenções Rebouças na capital paulista e contou com a presença dos prefeitos dos 644 municípios paulistas e do governador Geraldo Alckmin (PSDB).

Esse foi o primeiro levantamento feito pelo indiciador e mostra dados referentes ao ano de 2014. A Corte de Contas paulistas é a grande idealizadora do indicador que vai monitorar a eficácia das políticas públicas implantadas pelos gestores nas cidades paulistas.

O IEGM possui 7 índices temáticos consolidados em um único indicador, que apresenta informações dos setores de  Educação, Saúde, Planejamento, Gestão Fiscal, Proteção ao Meio Ambiente, Cidadãos e Tecnologia da Informação.

Nos quesitos: Educação, Saúde e Cidade, Catanduva obteve média A. Já em Gestão fiscal a média foi B e nos quesitos Meio Ambiente e T.I, B+. Porém em Planejamento das contas públicas foi C. A média geral, somando todas as “notas”, foi B+, considerado um município”muito efetivo”. 198 municípios tiveram média B+; 406 B; 30 C; 10 C.

A educação e saúde obtiveram destaque na pesquisa. Segundo a Secretária de Educação Vera Lúcia Massoni, o índice se deve ao comprometimento. “Nossa meta é propiciar às crianças e jovens do sistema educacional igualdade de oportunidades, para que possam crescer como cidadãos comprometidos e éticos”, ressalta em nota da assessoria de comunicação da prefeitura.

Segundo a pesquisa, 52% das cidades pesquisadas obtiveram a nota C ou C+ no setor de planejamento, exaltando que municípios de grande porte obtiveram média inferior aos de porte muito pequeno. “O resultado do Planejamento das Contas Públicas é calculado automaticamente pelo Sistema AUDESP, com base nas informações enviadas de forma eletrônica pelos órgãos municipais integrantes do orçamento fiscal e da seguridade social”, registra o relatório do índice.

Tabapuã foi a cidade da microrregião que também obteve média B+ (muito efetivo). São José do Rio Preto, Ariranha, Novo Horizonte, Pindorama, Santa Adélia, Catiguá, Novais e Palmares Paulista tiveram média B (efetivo).

Para consultar o  IEGM acesse o link> http://www4.tce.sp.gov.br/sites/tcesp/files/downloads/anuario_iegm-tcesp-2015.pdf

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Clique para Comentar

Deixe uma resposta

Topo