Catanduva

Catanduva e mais 6 cidades da região registraram casos de H1N1

Entre o mês de janeiro e começo de fevereiro, a Vigilância Epidemiológica recebeu 59 notificações.

Desde o início de janeiro, Catanduva e região está em estado de alerta devido aos casos de H1N1, sendo que 14 deles foram confirmados somente em Catanduva, até o momento. Somente no mês passado, duas mulheres, uma de 38 anos moradora de Tabapuã e outra de 21 anos de Santa Adélia faleceram em decorrência do vírus.

Na tarde de ontem, 10, a Vigilância Epidemiológica da Secretaria de Saúde, divulgou por meio da assessoria de comunicação de Catanduva, que mais 6 cidades registraram casos da doença: Catiguá 01, Itajobi 02, Santa Adélia 01, Fernando Prestes 01, Tabapuã 01 e Palmares Paulista 01. No total, a secretaria recebeu 59 notificações, com 21 casos confirmados e 9 aguardando resultado.

No ano passado, foram recebidas 44 notificações da doença com 3 casos positivos. Para evitar um possível surto, a Secretaria de Saúde e Vigilância Epidemiológica promoveu no dia 26 de janeiro, no centro de Zoonoses de Catanduva, um treinamento para médicos e dentistas que atuam na rede municipal de saúde, com o objetivo de orientá-los sobre procedimentos e cuidados com pacientes, que apresentem o sintoma da influenza A.

Em 2015, a campanha de vacinação foi promovida entre os meses de abril a novembro, imunizando 23.648 pessoas. Quem puder pagar, pode tomar a dose única, na Univacin- laboratório da Unimed Catanduva,  localizado na rua Sergipe, 483 – Centro.

Prevenção

Para prevenir um surto da doença, a prefeitura realizou nesta semana um treinamentos com profissionais da saúde das unidades de pronto atendimento e hospitais para alertar sobre a postura preventiva e maneiras de tratar os pacientes acometidos pelo vírus.

Foto: reprodução google

Clique para Comentar

Deixe uma resposta

Topo